O Toró de Parpite e o Cilindro Hidráulico

Hoje queremos dar uma dica rápida para quem precisa gerar soluções e ampliar a visão com criatividade.


Percebemos que saber ouvir é uma das armas mais poderosas que existe, porque ela é a porta para soluções.


Seja bem-vindo a Tempestade de ideias


O Brainstorming (ou “tempestade de ideias”), mais que uma técnica de dinâmica de grupo, é uma atividade desenvolvida para explorar a potencialidade criativa do indivíduo, colocando-a a serviço de seus objetivos. No Brasil, também é carinhosamente chamada de “toró de parpite”.


De autoria de Alex Osborn, foi e é, por este e por seus seguidores, uma técnica muito utilizada nos Estados Unidos, principalmente em áreas de relações humanas, publicidade e propaganda, muito embora tenha sido difundida e inserida em diversas outras áreas, tais como educação, negócios e outras situações mais técnicas.


Quando são necessárias respostas rápidas a questões relativamente simples, o brainstorming é uma das técnicas mais populares e eficazes.


É uma técnica de criatividade geral que pode ser usada para identificação de riscos usando-se parte dos membros da equipe de projetos ou especialistas no assunto.


Essas ideias podem também ser relacionadas com as causas ou a solução de um problema ou, ainda, direcionadas para a criação de novos produtos ou inovações. Tipicamente uma seção de Brainstorming é estruturada de tal forma que a ideia de cada participante é gravada para uma análise futura.


Sua meta é obter uma lista abrangente de opiniões que podem ser abordadas mais tarde no processo de análise. Sob a liderança de um facilitador, as pessoas geram ideias sobre o assunto em pauta.


No Brainstorming todos são encorajados a contribuir, e qualquer coisa que atrapalhe nessas contribuições é negativa. É vital que os participantes da equipe do projeto reconheçam que todas as ideias têm valor. A técnica de Brainstorming tem várias aplicações, mas é mais frequentemente usada em:


• Desenvolvimento de Novos Produtos – Obter ideias para novos produtos e efetuar melhoramentos aos produtos existentes.
• Publicidade – Desenvolver ideias para campanhas de publicidade.
• Resolução de Problemas – Consequências, soluções alternativas, análise de impacto, avaliação.
• Gestão de Processos – Encontrar formas de melhorar os processos gerenciais e de produção.
• Gestão de Projetos – Identificar objetivos dos clientes, riscos, entregas, pacotes de trabalho, recursos, tarefas e responsabilidades.
• Formação de Equipes – Compartilhamento e discussão de ideias enquanto se estimulam os participantes a raciocinar. 


Para resumir um pouco mais, segue abaixo algumas Recomendações para o Brainstorming

I. Separe as invenções das decisões.


Visto que o julgamento obstrui a imaginação, separe o ato criativo do ato crítico; separe o processo de conceber soluções possíveis do processo (brainstorming) de fazer uma seleção entre elas. Invente primeiro, decida depois.


Antes da Sessão
1. Defina seu objetivo.
2. Escolha os participantes.
3. Mude o ambiente usual.
4. Planeje uma atmosfera informal.
5. Escolha um facilitador.


Durante a Sessão
1. Faça com que os participantes sentem-se lado a lado.
2. Esclareça as regras básicas, principalmente a regra da ausência de críticas.
3. Faça as sugestões livres.
4. Registre as ideias sob a vista de todos.


Depois da Sessão
1. Assinale as ideias mais promissoras. 
2. Invente aperfeiçoamento para as ideias promissoras.
3. Estipule um prazo para avaliar as ideias e decidir.
4. Defina as ideias a serem utilizadas.

 

II. Amplie suas opções.
A sessão de sugestões livres (Brainstorming) libera as pessoas para pensarem criativamente. Uma vez liberadas, elas precisam de modos de refletir sobre seus problemas e gerar soluções construtivas.


A tarefa de inventar opções envolve quatro tipos de raciocínio:


1. Pensar num problema específico – A situação factual que o desagrada.
2. Análise Descritiva – Você diagnostica uma situação existente em termos genéricos, distribui os problemas em categorias e procura sugerir as causas.
3. Considerar o que devesse ser feito – Dados os seus diagnósticos, você busca recomendações sugeridas pela teoria.
4. Produzir sugestões específicas e viáveis de ação – Quem poderia fazer o quê.
Espero que você tenha gostado dessa dica. Gostamos de compartilhar ideias, sugestões e sabemos que aprender é para vida toda.

 

Um forte abraço da família Tutto.

 

(Texto adaptado do livro 40 +8 ferramentas e técnicas de gerenciamento – Ed. Brasport Livros e Multimídia Ltda.)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey LinkedIn Icon

Copyright @ 2018 - Todos direitos reservados - Tutto Hidráulicos