O Cilindro Hidráulico e um olhar para o Futuro

Hoje queremos falar sobre um olhar para o futuro. Você sabe que nossos olhos são para o cilindro hidráulico e tudo o que o cerca com suas novas tendências. E para você, como está o Seu olhar para o futuro?

 

 

Todos nós possuímos nossos produtos, serviços, nossos clientes, nossos fornecedores, nossos colaboradores, enfim, todos nossos parceiros e amigos.

 

 

Conforme um estudo Compilado por Prof. Dr. Daltro Oliveira de Carvalho, o primeiro e principal aspecto a ser colocado é o exercício de olhar o futuro e avaliar a capacidade da empresa de moldar este futuro e gerar seguidamente o sucesso nos anos e décadas que virão.

 

Em nível abrangente, são necessários quatro elementos para chegar primeiro ao futuro:

  • Compreensão de que a competição pelo futuro é uma competição diferente.

  • Um processo para descoberta e percepção das oportunidades futuras.

  • Habilidades de energizar a empresa de cima abaixo para o que pode ser uma longa e árdua jornada em direção ao futuro.

  • Capacidade de superar os concorrentes e chegar primeiro ao futuro, sem correr riscos desmedidos.

Não é suficiente colocar a empresa em uma posição ótima dentro dos mercados existentes; o desafio é penetrar na nuvem de incerteza e desenvolver uma grande capacidade de previsão dos paradeiros dos mercados de amanhã.

 

A competição pelo futuro é uma competição pela participação nas oportunidades e não pela participação no mercado.

Os mercados ainda não existem, mas se conhece bem as preferências dos clientes.

 

A chave é a participação nas oportunidades potencialmente disponíveis que lhe permitam criar esse novo mercado.

Para obter uma fatia desproporcional nos lucros futuros, é necessário possuir uma fatia desproporcional das competências necessárias.

 

 

A previsão do futuro do setor ajuda os gerentes a responder três perguntas críticas: (importante!!!)

  • Que novos tipos de benefícios aos clientes devemos procurar oferecer daqui a cinco, dez ou quinze anos?

  • Que novas competências precisamos desenvolver ou adquirir para oferecer esses benefícios aos clientes?

  • Como teremos que reconfigurar a interface com o cliente durante os próximos anos?

Em qualquer caso, o fato de a empresa poder ou não prosperar a partir de sua criatividade dependerá não só de sua capacidade de construção de vantagens competitivas únicas e inimitáveis. Existe uma necessidade não só de acompanhar as vantagens existentes - quais são e que as detém - mas também descobrir o “motor” que impulsiona o processo de criação de vantagens.

 

 

Enquanto o diagnóstico enfocar o “que”, e não o “por que”, as empresas que ficaram atrás na corrida pela construção de vantagens, terão poucas chances.

 

Espero que você tenha gostado. Se quiser saber na íntegra esse ótimo trabalho, é só clicar no link abaixo.

Um forte abraço da família Tutto.

 

Adaptado do material competindo pelo futuro; - G Hamel, CK PRAHALAD - Rio de janeiro: Campus, 1995 - academia.edu

 

https://scholar.google.com.br/scholar?hl=pt-BR&lr=lang_pt&as_sdt=0%2C5&q=futuro&btnG=

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey LinkedIn Icon

Copyright @ 2018 - Todos direitos reservados - Tutto Hidráulicos